menu

Piauí

12/01/2015


Wellington faz reunião para discutir segurança no estado

O governador Welligton Dias se reuniu com a secretária Nacional de Justiça, Regina Miki, e autoridades da área da segurança pública do estado com o objetivo de discutir os planos para reduzir a violência no Piauí. Na ocasião, se fizeram presentes, o delegado geral, Riedel Batista; o futuro secretário da Segurança, Fábio Abreu; o secretário da Justiça, Daniel Oliveira; o auxiliar de Justiça, Raimundo Leite; o comandante geral da Polícia Militar, cel. Carlos Augusto; o subcomandante da PM, cel. Lindomar Castilho, dentre outros.

Wellington Dias falou sobre a atual situação de violência pela qual passa o estado e destacou o desejo de que os órgãos de segurança pública trabalhem de forma unida para dar maior segurança à população e reduzir o índice de violência no estado.

“Certo que agora nós vamos todos ter que sair por uma mesma sala e atuar em conjunto. Então significa sair de uma linha de corporativismo e se tornar uma linha integrada. Integrada não só as áreas policia civil, federal, rodoviária, enfim… estou falando integrada. Defensoria Pública integrada com o Judiciário, com o Ministério Público, os conselhos comunitários integrados com a sociedade, ou seja, é uma mudança e vamos apostar sobre ela.”

A secretária Nacional de Segurança, Regina Miki, falou sobre a disponibilidade do governo federal em melhorar a segurança de todo o país, assim também como no Piauí. Ela explicou que, no momento, não existe um plano específico para combater a criminalidade no Piauí, mas que estão estudando medidas de médio e longo prazo para deixar os piauienses mais seguros.

“Em pouco tempo, nós não poderíamos firmar um plano. O que sabemos é que as instituições vão aperfeiçoar o seu diagnóstico para que possamos fechar um plano e possamos fechar junto com o governador e com o ministro da Justiça.”

O governador Wellington Dias solicitou, nos primeiros dias deste mês, ao ministro da Justiça, José Cardoso, homens da Força Nacional para auxiliar na segurança dos piauienses. Regina Miki confirmou a vinda da Força Nacional ao estado.

"A Força Nacional tem entrada e saída, dentro de um plano, estamos formando policiais até esta formação para um trabalho específico", afirmou a secretária

Notícias relacionadas