Ceará

O estilo “novo coronel” do Ceará desmonta trajetória e perfil de Ciro Gomes extraordinários, cada vez mais com conduta em declinio

A cena política do Ceará está em vias de consolidar um rompimento memorável entre o significado do PT/Ex-governador Camilo Santana/Lula e os FG  – leiam-se Cid e Ciro Gomes -, com o atual presidenciável agindo com conduta típica de “Novo Coronel, que ajudou a banir da política cearense. Agora é ele o próprio quem assume o estilo “coroné high tech”.

 

 

Esta é a ampla síntese do que está para se efetivar no Ceará, depois de uma série interminável de chiliques do ex-governador e ex-ministro, conforme gravações atuais dele contra a governadora e Camilo Santana, desmontando e  isolando-o definitivamente da condução de líder político equilibrado, capaz de construir avanços futuros.

 

Camilo Santana, a atual governadora, o PT com José Guimarães, a maioria dos deputados estaduais, prefeitos, etc querem Isolda na reeleição, mas Ciro resolveu tratar a política como cangaço não aceitando outro nome que não seja Roberto Cláudio. Doideira!, como se diz lá na Torre.

 

Tudo isso,  registre-se, em torno de Ciro, algo muito lamentado pelo quadro de valor que ele é, mas tomado de irracionalidades emocionais e erros políticos estratégicos, faz algum tempo, ele é aparenta a condição de personagem em implosão.

 

A LUZ DE NOME DONIZETE

 

Se alguém quer saber da realidade nua e crua sobre os FG e do Ceará, não pode ignorar a história do instigante e observador independente politico de nome Donizete Arruda, até ameaçado pela PF por ação dos Gomes já foi, entretanto é ele quem faz o acompanhamento político exato a partir do Ceará com melhor abordagem contemporânea.

 

É evidente que Fortaleza abriga veículos de alto valor como o Diário do Nordeste e o POVO, etc, entretanto é o blog de Donizete quem constrói a trincheira jornalista de vanguarda do Ceará.

 

FUTURO E ROMPIMENTO?

A dados da atualidade, falta muito pouco para o rompimento entre a atual estrutura, hoje comandada pela competente governadora Izolda Cela e os Gomes, pois, além de tudo Ciro está em vias de perder a cumplicidade de quem nunca deixou de tratá-lo com dignidade, nunca com agressões inaceitáveis, como faz o presidenciável.

O fato é que na realidade contemporânea, a governadora construiu apelos e condições de ser reeleita por mérito próprio. Só Ciro não vê.

 

Embora brilhante, Ciro se perdeu no caminho e vai terminar sozinho porque a vaidade destrói muita coisa boa na vida, entre elas seu legado. Se esconder em Paris novamento e/ou se omitir em 2022 tudo isso já se traduziu bem em péssima opção na vida. O Brasil exige muito mais de alguém com seu perfil.

Virou um novo Carlos Lacerda.

ÚLTIMA

“O olho que existe/ é o que vê…”


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Recomendamos pra você


Receba Notícias no WhatsApp