Brasil

O estilo Trator de Dória, que o impulsiona de forma singular,  ao mesmo tempo assusta a partir de seus pares do PSDB. E agora?

O Brasil acompanha com muita atenção o processo de prévias do PSDB nacional que vai às urnas internamente para eleger seu pré-candidato à Presidência da República com disputa entre o governador de São Paulo, João Doria, governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite, e o ex-prefeito de Manaus, Arthur Virgilio. São três candidatos de perfis diferentes.

 

A dados do sábado véspera da importante decisão, é preciso admitir que, apesar dos valores distintos dos candidatos, a atual fase de prévia só está existindo pelo estilo Trator de João Dória de não ter paciência para estabelecer conquistas majoritárias gradativas no ninho tucano sem atropelar ninguém.

 

Este aspecto de atropelamento é o que faz existir prévia na atualidade, mesmo que o governador atue despreocupado deste componente a gerar reações e ressentimentos como a conter os avanços do vencedor governador Paulista.

 

UM EXEMPLO CONCRETO

 

Em janeiro passado, Dória reuniu sua tropa e chamou o presidente nacional Bruno Araújo, estimulado por ele a ser dirigente máximo contra o interesse de Aécio Neves, para um encontro no Palácio dos Bandeirantes, cuja pauta na cara de Bruno, foi lhe dizer que o governador Paulista precisava assumir o comando do partido imediatamente.

 

Foi este encontro e esta articulação abrupta que fez dias depois existir a candidatura de Eduardo Leite e mais na frente de Arthur Virgílio.

Na prática, o modus operandi de Doria diverge de todos os demais líderes tucanos, vários deles como o senador José Aníbal resolvendo peitar e se contrapor ao estilo Trator de Doria, cuja dinâmica de atuação ninguém pode ignorar. É o rescaldo de Geraldo Alckmin sobrevivendo.

 

Em pouco tempo, Doria ascendeu e consolidou natureza política singular no maior colégio eleitoral do Brasil produzindo resultados surpreendentes, algo que ele pretende desenvolver de agora em diante contando com a possibilidade de vitória neste domingo.

 

Trocando em miúdos, João Doria é personagem a merecer atenção e respeito com sua dinâmica política longe da cultura mineira de conversa longa. 

 

É com este perfil que, apesar da resistência interna paulistana, ele pretende construir a Terceira Via. E com estrutura à altura do desafio.


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Recomendamos pra você


Receba Notícias no WhatsApp