Internacional

OMS se pronuncia a favor do direito ao aborto

TeleSur – O diretor-geral da Organização Mundial da Saúde (OMS), Tedros Adhanom Ghebreyesus, falou nesta quarta-feira a favor do direito de mulheres e meninas ao aborto.

 

O chefe da organização internacional postou em sua conta oficial no Twitter que: “As mulheres devem sempre ter o direito de escolher quando se trata de seu corpo e sua saúde”.

 

Desta forma, o médico eritreu acrescentou que: “Restringir o acesso ao aborto não reduz o número de procedimentos: leva mulheres e meninas a realizar procedimentos inseguros. O acesso ao aborto seguro salva vidas”.

 

Por sua vez, a OMS considera que: “A falta de acesso a serviços de aborto seguros, oportunos, acessíveis e respeitosos representa um risco não apenas para o bem-estar físico, mas também mental e social de mulheres e meninas”.

 

Da mesma forma, os números oficiais revelam que quase metade das gestações produzidas a cada ano no mundo não são planejadas. Nesse sentido, 6 em cada 10 são indesejados enquanto 3 em cada 10 terminam com um aborto induzido.

 

Ao mesmo tempo, a OMS alerta que: “O aborto é seguro quando realizado por meio de um método recomendado pela OMS (…)

 

As declarações ocorrem em um contexto matizado por um documento provisório que revela que a maioria do magistrado da Suprema Corte dos EUA preza pela proibição da interrupção da gravidez.


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Recomendamos pra você


Receba Notícias no WhatsApp