Piauí

Operação de crédito com Banco Mundial é aprovada na CAE

O governador Wellington Dias acompanhou na manhã desta terça (12), em Brasília, a aprovação da operação de crédito de crédito com o Banco Mundial (BIRD) na Comissão de Assuntos Econômicos do Senado.

Para o governador, esse é um momento importante para o estado, pois com o recurso que equivale a R$ 1 bilhão é fundamental para o desenvolvimento do Piauí. “Estamos felizes por mais uma etapa vitoriosa e estamos tratando com a senadora Gleisi Hoffmann e com o presidente da Casa, senador Renan Calheiros, para que a votação em plenário possa ocorrer até esta quarta-feira", diz o governador, enfatizando que os senadores Elmano Ferrer, Regina Sousa e Ciro Nogueira solicitaram urgência na aprovação no plenário", explica.

Com esse recurso, o governo vai priorizar, em primeiro lugar, a educação. “O Piauí vem melhorando seus indicadores nessa área e queremos implantar o ciclo completo da educação com qualidade nos 224 municípios”, disse Wellington, enfatizando que esse recurso também será investido em ações que melhoram a qualidade de vida. “Vamos investir no social, na modernização do estado para prestação de melhores serviços, regularização das terras tanto urbanas quanto rurais, o que permite maior segurança para os investimentos e tudo isso casado com a política de crescimento econômico”, comenta.

Segundo o governador, o Piauí tem investido em infraestrutura, estrada, rodovias, portos, aeroportos que garantem as condições de nosso dobrar a meta fiscal do estado. “Em 2002, saímos de uma produção de R$ 7 bilhões para cerca de R$ 33 bilhões em 2015 e queremos chegar, em 2025, com a meta de gerar entre R$ 70 a 80 bilhões e tenho certeza de que esse contrato com o Banco Mundial somados a outros investimentos vão garantir esse grande passo para o crescimento do estado, mesmo nesse momento difícil”, declara o governador.

O governador cita que o Piauí, mesmo nesse momento de dificuldade econômica do país, registrou um crescimento na receita própria de 16%. “O Piauí tem uma situação fiscal sólida o que nos permite enfrentar esse momento difícil por que passa o Brasil”, finaliza Wellington Dias.

Redação


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Recomendamos pra você