Brasil

Oposição pede que STF investigue provas contra Bolsonaro anunciadas pelo ex-presidente da Petrobras

O senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP), líder da oposição, entrou nesta segunda-feira (27) com uma petição no Supremo Tribunal Federal (STF) pela abertura de inquérito para investigar as provas de uma interferência de Jair Bolsonaro (PL) na Petrobrás, anunciadas pelo ex-presidente da estatal Roberto Castello Branco.

 

Durante uma troca de mensagens entre o ex-presidente da Petrobrás e economistas, Roberto afirmou que possuía um celular corporativo com evidências contra o atual chefe do executivo e que tal aparelho teria sido devolvido “intacto” à empresa.

 

Randolfe Rodrigues também solicita a apreensão do celular mencionado por Roberto, no qual estariam “mensagens e áudios que poderiam incriminar Bolsonaro.”

 

Um trecho da petição apresentada ao STF diz: “O que se vê é que a tentativa imperiosa do senhor presidente da República de interferir na Petrobras em detrimento da boa tutela do interesse e do patrimônio públicos, com nítido propósito meramente eleitoral e desvirtuado da dinâmica constitucional, é evidente”.


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Recomendamos pra você


Receba Notícias no WhatsApp