Brasil

País terá sequência de atos pela democracia até 7 de setembro

Forças democráticas pretendem manter a mobilização contra ataques de Jair Bolsonaro ao sistema eleitoral

 

 

 

247 – Organizadores dos atos em defesa da democracia marcados para o dia 11 de agosto já planejam uma maratona de eventos entre a data e o dia 7 de setembro, para manter a mobilização contra ataques golpistas de Jair Bolsonaro ao sistema eleitoral.

 

 

A ideia é manter os movimentos e entidades de amplos setores que endossaram documentos em defesa da democracia a se manterem alertas, informa a jornalista Mônica Bergamo na Folha de S.Paulo.

 

 

Entre os eventos planejados estão a entrega de documentos em apoio ao sistema eleitoral aos tribunais de Brasília, em especial ao TSE (Tribunal Superior Eleitoral), e encontros com os presidenciáveis que endossaram os manifestos.


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Recomendamos pra você


Receba Notícias no WhatsApp