Nordeste

Paraíba mantém cenário epidemiológico positivo após 15 dias da desobrigação do uso de máscara

Após 15 dias da publicação do decreto que desobriga o uso da máscara em lugares abertos e fechados, a Paraíba mantém cenário epidemiológico positivo para a Covid-19. Dados da Secretaria de Estado da Saúde (SES) apontam que, nesta quinzena, apenas quatro óbitos foram registrados e uma média de 168 casos confirmados por dia.

 

De acordo com a secretária de Saúde do Estado, Renata Nóbrega, na quinzena anterior ao decreto, de 23 de março a 06 de abril, a Paraíba registrava uma média de 390 casos por dia. Ela afirma que o estado, atualmente, está com números satisfatórios, dentro do esperado. Porém, deixa o alerta para toda a rede de serviços de saúde para a notificação imediata no atendimento a casos suspeitos de Covid-19.

 

“Estamos em um momento importante para avaliar essas novas flexibilizações, agora que temos o uso de máscara facultado. Hoje vivenciamos um momento importante de redução de óbitos, mas deixamos um destaque a essa notificação e comunicação às secretarias municipais e estadual, principalmente um alerta para o surgimento de novas variantes. O momento é de monitoramento e ainda requer que a população siga com os cuidados já conhecidos”, pontua.

 

Outro destaque dos dados é o da ocupação hospitalar. Atualmente, a taxa é de 2% de leitos ocupados em todo o estado. O secretário executivo da Saúde do Estado, Jhony Bezerra, aponta que o avanço da vacinação é um dos motivos para a queda dos números de contaminados e óbitos. Até o momento, 8.653.318 doses foram aplicadas. Das pessoas vacinadas, 274.314 completaram o esquema vacinal de duas doses, o que equivale a 80,67% da população. Porém, o secretário executivo alerta para as doses de reforço, com um milhão de pessoas ainda sem receber.

 

Para que a Paraíba continue com o cenário positivo, a SES recomenda que a população continue com os protocolos de higiene e proteção, optando pelo uso das máscaras em lugares fechados, especialmente os idosos e as pessoas com comorbidade. “A máscara é um equipamento de proteção assim como um protetor solar ou um preservativo. Além de ser cientificamente comprovado que protege não só da Covid-19, mas de outras doenças respiratórias também”, completa o secretário executivo.


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Recomendamos pra você


Receba Notícias no WhatsApp