Brasil

PEC dos Precatórios: Ibovespa cai mais de 2% e tem pior pontuação de fechamento em quase um ano

InfoMoney – O Ibovespa terminou os negócios desta quinta-feira (4) em queda e renovou a menor pontuação de fechamento do ano. Mais uma vez, o índice ficou abaixo dos 104 mil pontos, chegando até mesmo a oscilar na casa dos 102 mil. O mercado voltou a se estressar ao perceber que a Proposta de Emenda à Constituição (PEC), que adia o pagamento de precatórios, abrindo espaço no Orçamento, pode ter dificuldades para avançar. A PEC passou em primeiro turno no plenário da Câmara, mas a votação foi contestada pelo PDT.

 

O partido questionou o Supremo Tribunal Federal (STF) sobre a constitucionalidade da decisão, já que houve mudança no regimento da casa para que parlamentares que estavam fora do país, em missão oficial, também pudessem votar de forma remota. Só o fato do texto ter sido aprovado em primeiro turno com uma votação apertada já deixou o mercado nervoso.

 

“O mercado acreditava que haveria uma folga maior na aprovação do texto base para que uma aprovação definitiva viesse de maneira mais clara. Como isso não aconteceu, há uma incerteza que a PEC vai avançar ou não. A proposta precisa ser aprovada para que os gastos sejam viabilizados, ainda que não seja o melhor formato”, afirma Samuel Cunha, economista e sócio da H3 Invest.

PUBLICIDADE

.

 

Os precatórios são títulos de dívidas que o governo tem que pagar a pessoas físicas e empresas por conta de decisões judiciais definitivas. O Orçamento de 2021 prevê o pagamento de R$ 54,7 bilhões em Precatórios, e o de 2022, sem a aprovação da PEC, de R$ 89 bilhões.

 

O texto base aprovado em primeiro turno na Câmara permite ao governo adiar o pagamento de parte dos precatórios devidos em 2022. A mudança traria folga de R$ 54,6 bilhões em 2022, segundo cálculos do Tesouro e, caso seja aprovada, pode abrir espaço para o governo Bolsonaro pagar o programa de transferência de renda Auxílio Brasil no valor de R$ 400, substituindo o Bolsa Família. A PEC precisa ser votada em segundo turno na Câmara antes de ser discutida no Senado.

 

As ações de maior peso do Ibovespa também voltaram a cair hoje, enquanto a temporada de balanços corporativos continua a todo o vapor. O que preocupa agora é como o atual cenário, de inflação crescente e juros mais altos, vai impactar nos próximos resultados dessas companhias, que são afetadas tanto pelo lado dos custos quanto pelo lado da demanda.

PUBLICIDADE

 

O Ibovespa fechou em queda de 2,09% aos 103.412 pontos. O volume negociado no dia ficou em R$ 30,7 bilhões. O Ibovespa futuro para dezembro de 2021 cai 2,97% no after market, aos 104.220 pontos.

 

O dólar comercial fechou em alta de 0,29% a R$ 5,606 na compra e R$ 5,606 na venda. O dólar futuro com vencimento em dezembro de 2021 é negociado no after market em alta de 1% a R$ 5,636.

 

No mercado de juros futuros, o DI para janeiro de 2023 subiu cinco pontos-base, a 12,09%; DI para janeiro de 2025 avançou 14 pontos-base a 12,17%; e o DI para janeiro de 2027 teve alta de 15 pontos-base, a 12,19%.


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Recomendamos pra você


Receba Notícias no WhatsApp