Ceará

Petistas do Ceará cobram que Camilo Santana abrace candidatura Lula e se afaste de vez de Ciro Gomes

A deputada federal Luizianne Lins, o deputado federal José Airton e o deputado estadual Elmano de Freitas, todos do PT, afirmaram defender a candidatura do governador do Ceará, Camilo Santana (PT), ao Senado, mas cobraram que ele integre a campanha nacional do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT). Atualmente, o governador está dividido entre apoiar Lula ou Ciro Gomes (PDT) para a Presidência da República.

 

“Ciro não aceita a liderança do Lula e ataca o Lula e o PT com inverdades, com injustiças, com grosserias. E para nós cansou demais, e a gente precisa ser claro: o PDT do Ceará tem que dizer se concorda com essas falas do Ciro”, disse Elmano, de acordo com o jornal O Povo. “É inadmissível a gente ter que todo dia passar pelo constrangimento, a vergonha, de ver o Ciro ofender diuturnamente o PT, ofender o Lula, muitas vezes com palavras desqualificadas, é um Bolsonaro querendo se travestir de progressista”, destacou Luizianne.

 

“Eles impõem ao PT um papel secundário, coadjuvante, humilhante, na ação política do Ceará”, afirmou Airton em referência a atuação dos irmãos Ciro e Cid Gomes na aliança entre o PT e o PDT no Ceará. As afirmações foram feitas na quinta-feira (27), durante o evento “Lula Lá e Cá”.

 

O racha interno no PT cearense ficou ainda mais explícito com a divulgação de uma nota assinada pelos parlamentares repudiando os ataques feitos por Ciro contra Lula e o Brasil 247 no lançamento de sua pré-candidatura. O documento, porém, não teve o apoio do deputado federal José Guimarães, uma das principais lideranças do partido no Ceará.

 

Em meio ao racha, os parlamentares dizem que apoiarão a candidatura de Camilo ao Senado desde que ele se afaste dos irmãos Ferreira Gomes e apoie a candidatura de Lula. “Camilo será bem-vindo como candidato ao Senado pelo PT, desde que ele seja o candidato a senador do presidente Lula. Ele precisa ser porta-voz da campanha do presidente sem vacilação”, disse Luizianne. Para Elmano, o governador deve ser “o senador do Lula, fazendo campanha para o Lula”.

 

Na segunda-feira (24), em entrevista à TV 247, o deputado federal José Airton (PT-CE) disse que Camilo Santana ainda pode desistir da disputa pelo Senado. “Só no fim de março, começo de abril, saberemos se Camilo Santana vai deixar mesmo o governo”, ressaltou ele na ocasião. “Ele pode ficar no cargo e concluir o mandato, reabrindo todo o cenário”, completou em seguida.


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Recomendamos pra você


Receba Notícias no WhatsApp