Internacional

Petrobras amplia novo aumento de preços em 2021; em 2016, bilionário George Soros comprou muitas ações para obter lucros

Da redação

Enquanto a Petrobras anuncia mais um aumento dos combustíveis entre quase dezenas deles, a história prova que antes desta escalada e a derrubada do Governo Dilma Rousseff, já ali havia investimentos estrangeiros para comandar a empresa brasileira.

 

O megainvestidor húngaro George Soros, com fortuna estimada em 25 bilhões de dólares (84,5 bilhões de reais), voltou a apostar na Petrobras e comprou mais de 1,5 milhão de ações da empresa brasileira nos Estados Unidos, mostram documentos oficiais enviados pela gestora do bilionário para a Securities and Exchange Commission (SEC, a reguladora do mercado de capitais dos EUA).

 

Soros já havia investido em outros momentos na Petrobras, mas os dados da SEC mostram que, em junho de 2015, ele tinha 636.000 ações e, no trimestre seguinte, se desfez dos papéis, zerando sua posição. Os investidores em Wall Street precisam reportar para a SEC a cada fim de trimestre as posições de cada papel em suas carteiras. O mais recente documento com as movimentações de Soros, divulgado com dados do terceiro trimestre de 2016, mostra que o investidor resolveu esperar um ano para voltar a apostar em Petrobras.


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Recomendamos pra você


Receba Notícias no WhatsApp