Brasil

PF detém dois suspeitos de envolvimento com o desaparecimento de indigenista e jornalista inglês

Agentes da corporação detiveram os pescadores identificados apenas por “Churrasco” e “Jâneo”

247– A Polícia Federal apreendeu dois suspeitos de envolvimento com o desaparecimento do indigenista Bruno Araújo Pereira, da Fundação Nacional do Índio (Funai), e do jornalista inglês Dom Phillips, colaborador do jornal The Guardian. Agentes da corporação detiveram os pescadores identificados apenas por “Churrasco” e “Jâneo” no começo da noite desta segunda-feira. De acordo com o jornal O Globo, os dois foram levados para a cidade de Atalaia do Norte, no Amazonas, e estão com a Polícia Civil para prestar esclarecimentos.

O indigenista tinha um encontro marcado com o comunitário apelidado de “Churrasco”, com o objetivo de fazer trabalhos entre ribeirinhos e indígenas, para diminuir a violência no território. O encontro seria na comunidade São Rafael, no Vale do Javari, e Bruno Pereira compareceu acompanhado do jornalista, mas Churrasco não apareceu. Bruno e Dom foram para Atalaia e desde a saída do local, não foram mais vistos e nenhum contato foi feito.


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Recomendamos pra você


Receba Notícias no WhatsApp