Política

PF instaura inquérito para apurar se Roberto Dias pediu propina em contratos da vacina

A Polícia Federal (PF) abriu investigação contra o ex-servidor do Ministério da Saúde Roberto Ferreira Dias, apontado como autor de pedido de propina em contratos de compra de vacinas.

 

A CNN Brasil informa que o inquérito foi instaurado na semana passada. A apuração está em fase inicial.

 

A PF vai apurar se Dias pediu propina ao policial militar Luiz Paulo Dominghetti, representante da Davati Medical Supply que tentava vender doses da vacina da AstraZeneca.

 

Dias nega ter cometido qualquer transgressão. Na Folha de S.Paulo, Dominghetti o acusou de ter cobrado propina de US$ 1 por dose.

 

 


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Recomendamos pra você


Receba Notícias no WhatsApp