Piauí

Piauí Conectado amplia oferta de internet para população

A apresentação da oferta pública de serviços aos provedores acontece nesta segunda-feira (8).

Assim como a água e a energia, a internet passou a ser um serviço essencial na vida das pessoas. Diante das mudanças na rotina da população, provocadas pela pandemia da Covid-19 e da dificuldade das grandes operadoras em oferecer seus serviços com mais qualidade e em todas as regiões do Brasil, novas empresas surgiram para atender a demanda local.

Segundo a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), os provedores de internet regionais já são responsáveis por 33% do mercado de internet no país. A Piauí Conectado apresenta nesta segunda-feira (8) a oferta pública de serviços aos Provedores de Serviço de Internet (ISPs) para ampliar o acesso à Rede Mundial de Computadores por fibra óptica.

O objetivo da iniciativa é oferecer aos provedores mais uma oportunidade de crescimento no setor de telecomunicações. A apresentação vai acontecer no Centro de Controle e Operação da Piauí Conectado, também com transmissão on-line pela plataforma Webex.

Concluído o atendimento ao setor público estadual em 101 municípios, o Projeto Piauí Conectado avança para mais uma etapa importante, ao oferecer também infraestrutura de internet para o setor privado. O primeiro edital beneficiará, inicialmente, os provedores de Teresina, ofertando banda e serviços de alta qualidade. Ainda no primeiro semestre de 2021, a concessionária lançará as ofertas para os municípios da região Norte, finalizando o processo no início de 2022 ao ofertar os serviços para as cidades da região Sul.

“Dessa forma, o projeto Piauí Conectado integrará, com uma infraestrutura tecnológica digital, os setores público e privado, tornando o Piauí um dos estados mais conectados do país”, afirma Edson Ribeiro, presidente da Globaltask, empresa controladora da SPE Piauí Conectado.
O diretor presidente da Piauí Conectado, Emerson Silva, informa que a oferta pública de serviços deve impulsionar o crescimento do setor de telecomunicações ao ofertar mais banda aos provedores de internet. “Nosso objetivo com esta iniciativa é ampliar a oferta de internet banda larga, contribuindo para que toda a população possa ter acesso à internet com mais qualidade e custos reduzidos”, explica.

Além da estrutura de rede, a concessionária também colocará à disposição o data center do projeto, que é responsável pelo armazenamento de dados e transmissão de toda a comunicação. O data center Tier III atua de forma ininterrupta, proporcionando maior segurança e alta disponibilidade à rede. Essas características são fundamentais para o atendimento das novas demandas de conexão, que envolvem o acesso às plataformas de streaming e a troca de informações em tempo real, como as videochamadas e transmissões ao vivo.

Para os provedores, a parceria com a Piauí Conectado trará ganhos significativos na qualidade do serviço ofertado, possibilitando às empresas a expansão dos serviços para outras regiões do Piauí . “O aumento da eficiência e desenvolvimento tecnológico vão possibilitar às empresas a oferta de novos serviços informatizados para seus clientes”, pontua o diretor-geral da Agência de Tecnologia da Informação do Estado (ATI/PI), Antônio Torres.

A Piauí Conectado possui contrato na modalidade de Parceria Público-Privada com o Governo do Estado para modernizar a comunicação do Piauí e levar soluções através da tecnologia.

 

*Secom PI


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Recomendamos pra você


Receba Notícias no WhatsApp