MARANHÃO

Porto de Itaqui bate recorde histórico em movimentação de soja

 

Em um marco histórico, o Porto do Itaqui registrou o maior volume mensal de exportação de soja. No mês de maio, foram movimentadas 2.151.821 toneladas, superando o recorde anterior de 2.017.627 toneladas, previsto em junho de 2023. Essa soma representa 92,2% da movimentação de granel sólido mecanizado no mês e 82,8% no acumulado do ano.

Segundo o diretor de Operações, Hibernon Marinho, o número registrado em maio “não apenas supera o recorde anterior, mas também demonstra a eficiência e capacidade operacional do nosso porto”.

 

A maior parte do volume exportado teve como destino a China, totalizando 1.830.318 toneladas. Outros destinos incluem Turquia, Espanha, Egito e Itália.

A operação foi dividida entre o Terminal de Grãos do Maranhão (Tegram), que movimentou 1.499.402 toneladas (69,68%), e a VLI, responsável por 652.419 toneladas (30,32%).

Foram 33 atrações somente no mês de maio, o maior número de navios de soja operados em um único mês. O último recorde aconteceu em junho de 2023, com 31 navios.

 

O berço mais produtivo foi o berço 100, com 12 atracações e 822.561 toneladas embarcadas. Logo após, o berço 103, com 10 atracações e 676.841 toneladas, e o berço 105, com 11 atracações e 652.419 toneladas embarcadas.

A produtividade mensal no embarque atingiu 1.600 toneladas por hora, a maior dos últimos três anos; enquanto a média anual é de 1.518 toneladas por hora.

“Continuaremos investindo em melhorias para manter e aumentar nossa capacidade em atender o volume de exportações demandado por nossos parceiros e destinos internacionais, sempre com excelência”, destacou o presidente do Itaqui, Gilberto Lins.


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Recomendamos pra você


Receba Notícias no WhatsApp