Paraíba

Prefeito de João Pessoa declara Hotel Tambaú bem de utilidade pública e vai desapropriar imóvel

O prefeito de João Pessoa, Cícero Lucena, declarou o Hotel Tambaú como bem de utilidade pública, para fins de desapropriação. O texto do decreto assinado pelo gestor faz referência à “importância histórica do equipamento para o fomento do desenvolvimento turístico” da Capital paraibana.

Conforme informação publicada inicialmente no Blog Conversa Política, do Jornal da Paraíba, e confirmada pelo Portal WSCOM, o decreto tem a finalidade de desapropriação do imóvel, bem como a adoção de medidas de preservação e conservação da estrutura para futura utilização como equipamento turístico.

O decreto ainda determina que o processo de desapropriação do imóvel ficará à cargo de Comissão Permanente de Avaliação e Desapropriação da Secretaria Municipal de Planejamento, com a participação da Procuradoria Geral do Município. Este agrupamento ficará responsável por negociar valores correspondentes ao imóvel, bem como o pagamento de indenizações.

SOBRE O HOTEL TAMBAÚ

O Hotel Tambaú foi projetado pelo arquiteto Sérgio Bernardes, tem 173 apartamentos e, conforme descrito no edital do leilão, tem uma área construída de 18.009,05 metros, com construção de forma circular, constituído de um anel interno com dois pavimentos. Além disso, o imóvel possui construções acessórias, com a área construída de 6.009,05m², divididas em piscinas, quadras esportivas, paisagismo, postes de iluminação interna, lojas internas, anfiteatro, salão para festas e eventos, salas para reuniões, boate, bar à beira mar, restaurante e estacionamento. A área total do terreno é de 38,2 mil metros quadrados. A estrutura está avaliada em R$ 131,96 milhões. Durante muito tempo foi considerado o único cinco estrelas da capital paraibana.

*WSCOM


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Recomendamos pra você


Receba Notícias no WhatsApp