Nordeste

Presidente do Consórcio Nordeste diz que projeto de redução do ICMS para combustíveis é ‘enganação’ e quer negociar nova proposta com o Senado

Wellington Dias, governador do Piauí e presidente do Consórcio Nordeste, classificou como ‘enganação’ a proposta de novo cálculo do ICMS pelos Estados aprovada na Câmara Federal e que vai para apreciação do Senado.

 

“Se nós governadores soubéssemos que a  proposta da Câmara resolveria o problema do combustível aceitaremos o sacrifício, mas é uma enganação e muita gente boa entrou na onda”, disse.

 

Ele defendeu discussão com os senadores de proposta que de fato reduziriam o preço dos combustíveis.

 

“Nós queremos negociar aqui com o Senado Federal para que a gente possa garantir um entendimento onde a solução emergencial é a capitalização do Fundo de equalização do combustível, aí sim faz a gasolina por exemplo descer para R$ 4,50 o litro. Além disso, aprovar a reforma tributária, essa sim é boa para o Brasil”, declarou.

 

 


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Recomendamos pra você


Receba Notícias no WhatsApp