Nordeste

PRF cria comissão interventora para investigar caso da “câmara de gás” em Sergipe

A Polícia Rodoviária Federal instalou uma comissão interventora na superintendência regional do órgão em Sergipe para investigar a morte de Genivaldo de Jesus Santos, 38 anos, asfixiado no porta-malas de uma viatura da corporação, em Umbaúba (SE).

 

A comissão é formada por agentes da PRF, de Brasília, enviados a Sergipe no último fim de semana. Além disso, mais um grupo, com servidores de outros estados, deve ficar responsável por acompanhar o processo administrativo disciplinar ao qual os três policiais envolvidos no caso respondem.

 

Na segunda-feira (30), o Ministério Público Federal (MPF) cobrou o retorno das comissões de Direitos Humanos na PRF. Além disso, a corporação deverá restabelecer o ensino de Direitos Humanos como disciplina autônoma nos cursos de formação e reciclagem de policiais rodoviários federais.

com Metropoles


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Recomendamos pra você


Receba Notícias no WhatsApp