Paraíba

Procurador nega conotação político-partidária em evento do MPF em João Pessoa: “Um equívoco” 

Portal WSCOM

procurador da República José Godoy negou, neste domingo (31), a existência de conotação político-partidária no evento “Desinformação, letramento midiático e democracia”, que será realizado na quinta-feira (4), em João Pessoa. Segundo o blog do Suetoni, a promoção da mesa redonda causou celeuma entre os membros do órgão, que viram risco de “contaminação” política das discussões por causa da proximidade do período eleitoral e da participação de entidades ligadas a agremiações políticas entre os participantes.

“É um equívoco atribuir ao evento, que vai acontecer na quinta-feira, qualquer conotação político-partidária, que não tem. É um evento voltado para o direito fundamental, previsto na Constituição, estimulado pela ONU e pela Unesco, à comunicação. Então, vai se tratar deste direito fundamental, descrevendo ele como um direito humano diretamente. Vai se tratar da forma como ele se dá, da forma como ele é sonegado aos grupos minoritários. Por isso, esse enfoque de convidar movimento negro, movimento LGBTQIAP+, movimento Quilombola, movimento de mulheres e movimento cigano”, disse Godoy.


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Recomendamos pra você


Receba Notícias no WhatsApp