Rio Grande do Norte

Professores da UFRN descartam entrar em greve geral

Após um plebiscito realizado na noite de ontem (23), os professores da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) descartaram a deflagração de greve na instituição. Apesar de não suspenderem as atividades, a categoria definiu que ficará em estado permanente de mobilização.

De acordo com o presidente do Sindicato dos Docentes da UFRN, Wellington Duarte, a decisão contou teve adesão expressiva dos sindicalizados. Foram 783 (71,6%) votos contra e 311 (28,4%)  votos a favor da deflagração de greve. “A diretoria já havia manifestado anteriormente que era inoportuno deflagrar uma greve faltando poucos dias para acabar o calendário acadêmico. Mesmo sem entrarmos em greve geral, nós vamos continuar com as manifestações em consonância com a movimentação nacional”, afirmou.

Ainda segundo o dirigente, a categoria manterá seu calendário de mobilizações. Nesta sexta-feira (25), os professores participam do Dia Nacional de Luta Unificada. A atividade acontece a partir das 8h, no cruzamento da Avenida Salgado Filho com a Avenida Bernardo Vieira. Wellington Duarte destacou, no entanto, que o ato de amanhã não irá interferir nas atividades acadêmicas e as aulas ocorrerão normalmente.

Além do ato previsto para amanhã, os professores irão realizar uma mobilização na próxima terça-feira (29). Em sala de aula, os docentes irão discutir com os alunos a PEC 55.

Tribuna do Norte


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Recomendamos pra você