Rio Grande do Norte

Professores decidem suspender greve na rede municipal de educação de Natal

Decisão foi tomada durante uma assembleia realizada na manhã desta sexta-feira (29). Categoria cobra reajuste de 33,24% nos salários.

Os professores da rede municipal de educação de Natal decidiram suspender a greve da categoria, durante uma assembleia realizada na manhã desta sexta-feira (29). A paralisação tinha sido iniciada no dia 28 de março.

Segundo o sindicato, a suspensão foi aprovada pelos servidores para evitar que os alunos percam mais aulas e também para facilitar uma possível conciliação com o município na Justiça. Ainda de acordo com a categoria, a reposição das aulas será definida por casa escola.

A categoria cobra o reajuste de 33,24% nos salários de professores e educadores, seguindo o reajuste aprovado pelo governo federal, em 2022, para o piso nacional do magistério. No entanto, a categoria e o município ainda não chegaram a um acordo sobre o assunto.

Ainda no início de abril, a prefeitura enviou um projeto de lei com uma proposta de “atualização” salarial à Câmara Municipal de Natal, mas o texto foi contestado pelo sindicato, que disse que a medida não atendida às exigências da categoria.

No dia 8 de abril, a pedido do município, o desembargador do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte, Virgílio Macêdo Júnior, determinou a suspensão imediata da greve e determinou multa de até R$ 100 mil, porém a categoria decidiu manter a paralisação.

O magistrado ainda autorizou a prefeitura de Natal a descontar os dias paralisados do salário dos servidores, permitida a “compensação” dos dias, em caso de acordo.

Na última terça-feira (26), um grupo de professores ocupou a recepção do prédio da Secretaria Municipal de Educação e pediram uma reunião com a secretária Cristina Diniz, mas não houve resultado.

 

g1rn


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Recomendamos pra você


Receba Notícias no WhatsApp