Internacional

Putin sobe o tom e diz que sanções ocidentais equivalem a uma “declaração de guerra”

247– Em um pronunciamento após reunião com empresários, o presidente da Rússia, Vladimir Putin, classificou as sanções ocidentais adotadas até agora contra seu país como “uma declaração de guerra”. E alertou que qualquer tentativa de criar uma zona de exclusão aérea na Ucrânia, como quer o presidente ucraniano, seria considerado uma “implicação direta em atividades militares”. Ele advertiu que tal medida teria consequências catastróficas para a Europa e o mundo.

 

— As sanções sendo impostas se assemelham a uma declação de guerra, mas graças a Deus não chegamos a isso — disse Putin, referindo-se à adoção de sanções pelos EUA, em coordenação com aliados como a União Europeia, Reino Unido, Canadá e outros, que vem sendo uma das principais ferramentas de pressão sobre o governo russo para interromper a invasão.

Mais cedo, o porta-voz do Kremlin, Dmitry Peskov, acusou o Ocidente de “banditismo econômico”, ameaçando retaliações, mas sem dar detalhes. Já o ministério de Relações Exteriores da Rússia acusou o Reino Unido de agir de forma “histérica” com as sanções, prometendo medidas duras, mas proporcionais, contra interesses britânicos na Rússia. O Reino Unido planeja apertar suas leis para facilitar uma repressão aos empresários russos em Londres, que chama de “oligarcas”. Neste sábado, a Itália anunciou o congelamento de bens dos empresários russos no valor de 140 milhões de euros.


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Recomendamos pra você


Receba Notícias no WhatsApp