Paraíba

Receita do comércio varejista acumula alta de 13,4% na Paraíba, aponta IBGE

Na Paraíba, o volume de vendas do comércio varejista variou 5,1%, até junho, no acumulado de 12 meses, como aponta a Pesquisa Mensal do Comércio (PMC), divulgada nesta quarta-feira (11), pelo IBGE. Embora esteja apenas um pouco abaixo da média nacional (5,9%), o indicador foi o 10º menor do país. 

A receita nominal de vendas do setor, por sua vez, acumulou, no mesmo período, crescimento de 13,4%. O resultado também foi inferior à média brasileira (14,7%) e o 11º menor entre as unidades da federação.

Em relação a maio, o volume paraibano apresentou um leve aumento (0,1%), ao passo que o nacional registrou redução de 1,7%. Por outro lado, nesse mesmo comparativo, o índice da receita teve alta de 0,6%, no estado, e de 1,5%, no cenário geral do país. 

As maiores expansões foram observadas frente a junho de 2020, com elevações de 11,9% no volume, e de 24,1%, na receita. Na média brasileira, esses indicadores foram de 6,3% e 20,2%, respectivamente. 

Varejo ampliado 

Já o comércio varejista ampliado paraibano – que inclui as atividades de veículos, motos, partes e peças e de material de construção – registrou, em junho, quedas tanto no volume (-0,6%), quanto na receita (-0,4%). A mesma situação foi verificada nos indicadores nacionais, com retrações de 2,3% e 1,3%, respectivamente. 

No acumulado de 12 meses, a PMC constatou alta de 9,8%, no volume, e de 18,2%, na receita, na Paraíba. Os resultados ficaram acima dos observados na média do Brasil, de 7,9% e 17,2%, respectivamente.

*WSCOM


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Recomendamos pra você


Receba Notícias no WhatsApp