Nordeste

Revista Nordeste: Diante de decisões de Bolsonaro, Consórcio Nordeste reage junto ao STF, contesta presidente e conquista resultados favoráveis

O conflito político entre o presidente Jair Bolsonaro e os governadores do Nordeste é abordado na nova edição da Revista Nordeste, já disponível para leitura. Os líderes dos Estados recorreram ao STF contra medidas do Governo Federal.

Dentre os temas abordados, estão decisões referentes à pandemia da Covid-19, o preços combustíveis e o combate às fake news.

 

A edição de nº 177 da Revista NORDESTE já está disponível para leitura gratuita no Portal da própria Revista NORDESTE e aqui no Portal WSCOM. Para ler, basta clicar no link com a imagem da capa que fica localizado na parte inferior das duas páginas principais, ou, se preferir, basta clicar AQUI e acessar.

 

Leia a matéria na íntegra, CLICANDO AQUI.

 

A REAÇÃO DOS GOVERNADORES COM MEDIDAS

 

Diante de decisões de Bolsonaro, Consórcio Nordeste reage junto ao STF, contesta presidente e conquista resultados favoráveis

 

Os últimos de outubro foram de novos enfrentamentos dos governadores de uma forma geral mas, em particular do Nordeste, adotando uma série de medidas para amenizar e resolver uma série de problemas vividos em face de políticas do Governo Bolsonaro querendo criar problemas para os estados.

 

Um dos problemas, acabou redundante em enfrentamento diante da decisão do Governo com respaldo da gestão do presidente da Câmara Federal, Arthur Lira, querendo responsabilizar os estados pelo aumento do combustível, algo que, na sequência, o presidente do Senado Federal, Rodrigo Pacheco, constatou que não procede e que os governos nada têm a ver com o aumento dos combustíveis.

De acordo com os desaforamento, a Petrobras não está conseguindo segurar os preços dos combustíveis porque a venda dos setores de gás e refino têm gerado problemas para segurar o preço da gasolina e do gás pela dólar ilação dos produtos.

 

A QUESTÃO DO NORDESTE

 

Os governadores nordestinos reagiram fortemente às declarações do presidente Bolsonaro ao Nordeste, da mesma forma aos ministros Rogério Marinho e Marcelo Queiroga responsabilizando os chefes dos Executivos pelos problemas vividos pelo País.

 

Conforme declarações em diversos momentos diferentes, o presidente do Consórcio Nordeste , governador Wellington Dias, e outros líderes como. Joao Azevêdo e Paulo Câmara, foram duros acusando o presidente fé mentir e até mudar a retórica sobre os combustíveis. Bolsonaro chegou a admitir que o aumento dos combustíveis não se deve aos Estados mas à conjuntura externa interferindo nos preços.

 

O fato é que o presidente perde apoios a cada dia e perde o discurso convincente em troca de fake news.


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Recomendamos pra você


Receba Notícias no WhatsApp