Nordeste

Rio Grande do Norte: Ministério aplicará R$ 393 mil no diagnóstico da situação de falésias

O Ministério do Desenvolvimento Regional anunciou hoje (23) uma parceria com a Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) para a realização de um diagnóstico da situação das falésias no estado. Serão aplicados R$ 393,7 mil no projeto.

O trabalho será realizado nas praias de Pipa, em Tibau do Sul, e Barra de Tabatinga, no município de Nísia Floresta. O relatório preliminar será entregue pela universidade no primeiro trimestre de 2021 e deverá apontar soluções para evitar desmoronamentos e aumentar a segurança de moradores e turistas que frequentam a região.

Em novembro, um casal e uma criança morreram ao serem atingidos pelo desmoronamento de parte de uma falésia, na Praia de Pipa, um dos principais pontos turísticos do estado, distante 80 quilômetros de Natal.

Erosões
A Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) divulgou ontem (22) um estudo inédito sobre as áreas vulneráveis à erosão hídrica em todo o país.

O trabalho gerou mapas que foram disponibilizados por meio da plataforma do Programa Nacional de Levantamento e Interpretação de Solos. Os dados poderão ser usados para elaboração de políticas publicas.


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Recomendamos pra você


Receba Notícias no WhatsApp