Brasil

Salva de tiros e chuva de pétalas marcam sepultamento de policial rodoviário assassinado em Fortaleza

Cortejo, homenagens e missa em memória de Raimundo Bonifácio, um dos agentes mortos a tiros na BR-116 em Fortaleza, ocorreram na manhã desta quinta-feira. Outro agente será sepultado à tarde.

 

Familiares, amigos e colegas de corporação fizeram homenagens ao policial rodoviário federal Raimundo Bonifácio do Nascimento Filho, no cortejo e início da cerimônia de sepultamento na manhã desta quinta-feira.

O cortejo iniciou por volta das 11h05, da sede da Polícia Rodoviário Federal (PRF-CE), no Bairro Cajazeiras com destino ao local do sepultamento o cemitério da Parangaba, em Fortaleza. Na saída do corpo do agente houve homenagens como salva de tiros e chuva de pétalas de rosas jogadas pelo helicóptero da PRF-CE.

Raimundo Bonifácio foi um dos agentes assassinados por um homem em situação de rua que conseguiu pegar a arma de um deles. O outro agente, Márcio Hélio Almeida de Sousa, será sepultado às 15h30, no cemitério Jardim Metropolitano, no município de Eusébio, na Região Metropolitana.

O crime aconteceu no trecho da rodovia BR-116 com a Avenida Oliveira Paiva, no Bairro Cidade dos Funcionários. Os agentes abordaram o homem que andava no meio da rodovia, entre os carros em movimento. Neste momento, o homem tomou a arma de um dos policiais e atirou contra eles, que morreram no local. Em seguida, o autor dos disparos foi morto por um outro policial que passava pela via. Um vídeo feito por testemunhas mostra o momento do tiroteio. É possível ouvir sete disparos.

Suspeito identificado

O suspeito de matar os dois policiais não tinha antecedentes criminais. Ele foi identificado como Antônio Wagner Quirino da Silva, de 31 anos, por meio de necropapiloscopia, técnica utilizada pelos peritos para realizar a identificação de pessoas mortas por meio das impressões digitais.

Horas após o ocorrido circularam nas redes sociais informações e fotos de que o autor do crime contra os agentes seria uma ex-fuzileiro naval, informação que foi desmentida pela Policia Rodoviária Federal (PRF).

Os dois policiais que estavam patrulhando a via retiraram um homem em situação de rua que transitava entre os carros, segundo a Secretaria da Segurança Pública. Após ser abordado, o homem tomou a arma de um dos policiais e os matou. De acordo com o policial rodoviário Márcio Moura, antes, os agentes atenderam o motorista de veículo em pane, no acostamento da rodovia.

g1ce


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Recomendamos pra você


Receba Notícias no WhatsApp