Brasil

SBT bate Rede Globo na cobertura da Libertadores; Plim-plim perde hegemonia, diz Walter Santos

SBT atrai maior atenção com Flamengo X Barranquilla(Colômbia) vencendo a Rede Globo, ex-dona do futebol, transmitindo Vasco

A quarta-feira, 21 de outubro de 2020, marcará para sempre um estágio inovador na cena do mercado de transmissão de jogos do futebol no Brasil quando, nunca imaginado tempos atrás, quem produziu a cobertura do maior time de torcida no país, o Flamengo, nesta data não foi a poderosa Rede Globo, mas o SBT, de Silvio Santos e do ministro da Comunicação, Farias.

Embora o Flamengo já estivesse no Maracanã classificado para as oitavas de final da Libertadores, a vitória rubro-negra sobre o Junior Barranquilla foi um pingo no oceano da nova realidade em que a Rede Globo perdeu a hegemonia na cobertura dos principais campeonatos no Brasil.

Para entender a realidade, é preciso admitir que o Governo Bolsonaro resolveu peitar a Globo e buscar minar sua liderança dando grandes espaços à Rede Record e ao SBT fomentando maior repasse de recursos oficiais para as duas emissoras em detrimento da Globo.

Além do mais, novos concorrentes entraram no futebol em 2019 ampliando as opções dos telespectadores e fazendo com que a Rede Globo sofresse com a queda de audiência.

Como se sabe, durante muitos anos, ao pensar em transmissão de jogos do futebol brasileiro a Globo era sempre vista como primeira opção. Isso era pelo fato da emissora entrar forte nas negociações para garantir os direitos de exibição dos principais campeonatos no Brasil. Mas em 2019 em diante esse panorama mudou, impactando na audiência da emissora.

Trocando em miúdos, a cena do futebol brasileiro pela disputa das emissoras está tirando a liderança anteriormente absoluta da Rede Globo. Isto não é mais assim.


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Recomendamos pra você