Brasil

Senador Rogério Carvalho denuncia que ministro da Defesa enviou militares a Sergipe para espioná-lo

247 – O senador Rogério Carvalho (PT-SE) disse nesta terça-feira (3), na reabertura da CPI da Covid após o recesso compulsório, que está sendo alvo de espionagem pelo general da Defesa Braga Netto. Segundo o senador, militares do Exército foram ao estado de Sergipe para “bisbilhotar” a vida dele.

 

“Fui surpreendido semana passada por um amigo que disse ter recebido um coronel da reserva do Exército e um militar da ativa para bisbilhotar minha vida para saber o que podia usar contra mim”, disse Carvalho.

 

O senador mandou um recado para o general Braga Netto, ministro da Defesa, que será intimado pela PGR para dar explicações por ter ameaçado o processo eleitoral de 2022. Carvalho acredita que o general foi o mandante da espionagem.

 

“Quero dizer a Braga Netto, que mandou um oficial fazer espionagem contra um parlamentar, que não tenho medo e não abrirei mão das minhas convicções. Entrego minha vida pela causa que defendo e ninguém vai me intimidar”.

Carvalho acredita que uma das causas para a espionagem do general é o pedido de requerimento de quebra de sigilos do ministro da Casa Civil. “Aquele requerimento que solicitei os registros, segredos telemáticos do ministro da Casa Civil é o mínimo para dizer que esta CPI não se curva a ameaças autoritárias”, completou.


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Recomendamos pra você


Receba Notícias no WhatsApp