Brasil

Senadores da CPI da Covid estabelecem como frente das investigações falhas na compra da vacina e defesa da cloroquina

247 – Senadores oposicionistas que integram a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid no Senado estabeleceram como frente das investigações as falhas do governo Bolsonaro na compra de vacinas e sua defesa de medicamentos sem eficácia comprovada cientificamente, como a hidroxicloroquina.

 

A oposição focará principalmente nos ex-ministros da Saúde do governo e o ex-chanceler Ernesto Araújo, que agiu no sentido de impedir a compra de vacinas após ataques contra a China, que fornece a CoronaVac ao Brasil.

 

Outra questão que será abordada é a estratégia adotada pelo governo Bolsonaro de imunidade de rebanho, agindo deliberadamente contra entes que se posicionassem a favor de medidas restritivas.

 

Já o governo busca destacar os repasses feitos a estados e municípios. Um dos principais alvos será o Consórcio do Nordeste, integrado por governadores oposicionistas.


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Recomendamos pra você


Receba Notícias no WhatsApp