Sergipe

Sergipe registra primeiro caso da variante Delta

Uma mulher de 40 anos, moradora de Aracaju, é a primeira pessoa a ser identificada com a variante Delta do coronavírus em Sergipe. A Secretaria da Saúde do Estado (SES) recebeu, na tarde desta terça-feira (14), o resultado do sequenciamento genômico da amostra de RT-PCR da paciente, realizado pelo laboratório da Fiocruz .

 

A amostra foi coletada no dia 31 de julho. A paciente buscou um hospital particular da capital apresentando sintomas gripais leves, evoluindo de forma satisfatória, sem complicações. Por ter relatado contato com uma pessoa que chegou do estado do Rio de Janeiro recentemente, ela teve a amostra coletada e enviada ao laboratório.

 

Além da amostra dessa paciente, outras trinta e uma amostras foram encaminhadas a FioCruz e não constataram a presença da variante Delta.

 

A Secretaria de Saúde, através do Laboratório Central, segue realizando a vigilância laboratorial dos casos Covid-19 para detectar a presença de variantes de interesse no estado. Essa vigilância possibilita identificar precocemente os casos, orientar corretamente o isolamento de pacientes e reconhecer cedo uma possível transmissão de linhagens de interesse.

 

“Apesar de estarmos num momento de queda expressiva no número de casos e óbitos, de uma baixa taxa de ocupação hospitalar, é fundamental entender que se não aumentarmos a cobertura vacinal, a gente pode fazer com que essa variante circule no estado. É fundamental que a população esteja imunizada. Assim, aquelas pessoas que ainda não tomaram a primeira dose, mas já chegou o momento de serem vacinadas, é fundamental buscar as unidades de saúde. E aqueles (as) que estão no momento da segunda dose, fiquem atentos se seu município está antecipando essa segunda dose”, disse o diretor de Vigilância em Saúde, Marco Aurélio Góes.


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Recomendamos pra você


Receba Notícias no WhatsApp