Nordeste

Sergipe registra segunda maior redução nas taxas de latrocínio do país

Os latrocínios, que são os roubos que têm como consequência a morte, apresentaram uma queda de 41,2% na taxa da incidência desse tipo de crime em Sergipe. Os dados foram apresentados no Anuário Brasileiro de Segurança Pública de 2022, publicação feita pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública (FBSP), e divulgada na última terça-feira (28).

 

De acordo com os dados do FBSP, Sergipe apresentou a segunda maior redução da taxa de latrocínios entre 2020 e 2021. Conforme o levantamento, enquanto que, no ano de 2020, foram registradas 27 ocorrências, no ano seguinte, 2021, aconteceram 16 casos de latrocínio. As taxas são verificadas a cada 100 mil habitantes.

 

Segundo o Anuário Brasileiro de Segurança Pública de 2022, Sergipe apenas ficou atrás do Tocantins em termos de redução da taxa percentual da incidência de latrocínios entre os estados brasileiros. O marco positivo é fruto do trabalho integrado entre as polícias Civil e Militar, junto à Coordenadoria Geral de Perícias (Cogerp).

 

O comandante da Polícia Militar, coronel Marcony Cabral, considera os dados como marco positivo para a segurança pública da população sergipana. Na oportunidade, ele também ressaltou: “mas sabemos que precisamos reduzir cada vez mais os índices de criminalidade em nosso estado, com o foco sempre na preservação da vida de nossa população”.

 

O delegado-geral, Thiago Leandro, ressaltou que a meta da segurança pública é continuar diminuindo os crimes contra a vida, como os latrocínios. “É um crime difícil de ser investigado, mas a nossa orientação é reforçar as apurações policiais e encontrar os autores desses crimes”, pontuou.


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Recomendamos pra você


Receba Notícias no WhatsApp