Brasil

Sidônio Palmeira, do Marketing da campanha de Lula, mesmo com imensa discrição já incomoda na nova cena

Quem é soteropolitano ou baiano mesmo, só para dar dimensão universal à Boa Terra, sabe de cor e salteado da postura extremamente discreta, avesso à superexposição, do competente publicitário Sidônio Palmeira, da vitoriosa agência Leiaute, instalada ali no coração econômico de Salvador. Eis um personagem de valor agregando à campanha de Lula a essência do conjunto de fatores a exprimir Esperança de novo tempo para o Brasil.

É este novo tom a inserir a bandeira brasileira, por exemplo, como bem de todos os brasileiros na campanha de Lula a merecer efeitos na construção de uma unidade nacional na nova fase do projeto em torno do ex-presidente a ter fortes efeitos na atual fase. Mas, Sidônio é infinitamente mais sábio na formatação de valores,  por isso já incomoda.

A rigor, ele é campeão dos campeões em diversas e históricas campanhas, por exemplo, para o governo da Bahia desde quando na primeira eleição de Jaques Wagner as pesquisas apontavam a vitória de Paulo Souto, representante do Carlismo, mas nas urnas Wagner venceu no Primeiro Turno. De lá diante foram 4 vitórias seguidas.

A disputa com Paulo Souto, então liderando pesquisas, foi uma de tantas vitórias do petismo sob a batuta eficiente de Sidônio Palmeira como maestro de uma série de campanhas a entender e identificar a essência do pensamento e conduta dos baianos e baianas pela lente e conduta de políticas públicas inovadoras e inclusivas na história da Bahia. Esta é a síntese do petismo.

A VELHA SANHA

Nos últimos dias, contudo, ele passou a entrar no radar da mídia tradicional engajada no anti-petismo e, com tranquilidade, assegura inexistir qualquer problema como denunciado em matéria sobre contrato de sua empresa com a Câmara de Salvador.

Em sintese, a campanha de fato já começou produzindo elementos de ataques de adversários para em vão querer desestabilizar a conduta exemplar e ética de Sidônio, pois o alvo mesmo é a campanha de Lula, já com novo timing agregador e de consolidação de projeto registrados nas pesquisas.

Sidônio Palmeira em sintese, certamente vai superar todos os cenários, em especial os produzidos em nome de interesses muito além da verdade que prevalecerá.

ÚLTIMA

“O olho que existe/ é o que vê…:


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Recomendamos pra você


Receba Notícias no WhatsApp