Ceará

Suspeita de chefiar grupo criminoso do Ceará é presa na Bahia

Uma mulher de 28 anos, identificada como Jessica Andrade da Silva, foi presa nesta quarta-feira (22), em Salvador, Bahia. Ela é suspeita de chefiar uma organização criminosa no Ceará. As autoridades disseram que a investigada ostentava uma vida de luxo nas redes sociais.

 

Jessica Silva era companheira de Vicente Antônio de Freitas Filho, conhecido como “Vicente Peru”, de 36 anos. Ele é um dos chefes de uma organização criminosa do Ceará. Vicente foi capturado em 2016, em Goiás, e está preso em unidade prisional federal.

 

De acordo com as investigações, após a transferência de “Vicente Peru” para o Sistema Penitenciário Federal em 2017, Jéssica passou a exercer funções do chefe criminoso no grupo, tendo amplo conhecimento dos negócios ilícitos do agora ex-companheiro.

 

Ela seria suspeita ainda de participar, em determinadas ocasiões, diretamente das ordens de “Vicente Peru” ou colaborava de alguma forma para que estas fossem cumpridas.

 

O mandado de prisão preventiva em desfavor de Jéssica da Silva foi expedido pela Vara de Delitos de Organização Criminosa da Comarca de Fortaleza. A mulher foi presa na capital baiana e não reagiu à prisão. A Polícia do Ceará segue em busca de capturar outros partícipes da organização criminosa. Tratativas estão em andamento para o recambiamento de Jéssica ao Ceará.

 

O cumprimento do mandado de prisão preventiva ocorreu após uma ação conjunta entre a Coordenadoria de Inteligência (Coin) da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social do Estado do Ceará (SSPDS), a Superintendência de Inteligência da Secretaria da Segurança Pública (SSP-BA) e Polícia Civil da Bahia (PC-BA).

g1


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Recomendamos pra você


Receba Notícias no WhatsApp