Brasil

TCU pede à PF abertura de inquérito para investigar auditor bolsonarista que levantou suspeitas sobre número de mortos por Covid

O pedido de abertura de inquérito que apura supostos crimes cometidos pelo auditor Alexandre Marques foi assinado pela presidente do TCU, Ana Arraes, diretamente ao diretor-geral da PF, Paulo Maiurino.

247 – O Tribunal de Contas da União (TCU) enviou à Polícia Federal um pedido para que seja aberto um inquérito policial destinado a apurar possíveis crimes praticados pelo auditor Alexandre Marques. A informação é do jornalista Lauro Jardim, em sua coluna no jornal O Globo. 

Funcionário do TCU, Marques é o autor do estudo paralelo que questionava o número de mortos por Covid no Brasil citado por Jair Bolsonaro na semana passada — horas depois, o TCU desmentiu o presidente.

O jornalista ainda afirma que o pedido de abertura de inquérito foi assinado pela presidente do TCU, Ana Arraes, diretamente ao diretor-geral da PF, Paulo Maiurino.

Saiba mais 

O auditor Alexandre Figueiredo Costa e Silva Marques confessou à sua chefia imediata no Tribunal de Contas da União (TCU) a autoria das análises que levaram Jair Bolsonaro a divulgar  notícias falsas de que o órgão questionava as mortes por Covid-19 no Brasil. A informação é da jornalista Mônica Bergamo, em sua coluna no jornal Folha de S.Paulo. 

De acordo com informações preliminares já encaminhadas à corregedoria do tribunal, o auditor, afastado nesta  quarta-feira (9) do órgão, relatou que comentou o teor de suas análises pessoais com o pai, militar e amigo pessoal de Bolsonaro, que repassou o documento ao mandatário. 

Segundo relata a jornalista, as famílias dele e de Bolsonaro seriam tão próximas que o auditor chegou a ser indicado para uma diretoria do BNDES em 2019. Sua posse foi barrada pelo próprio TCU, por conflito de interesses, já que o tribunal fiscaliza o banco.

*Brasil 247


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Recomendamos pra você


Receba Notícias no WhatsApp