Brasil

TRE-MG cassa mandato de André Janones e outros parlamentares do Avante

Com a decisão da Justiça eleitoral, Janones, que vai desistir de candidatura presidencial e declarar apoio a Lula, pode ficar inelegível

 

247 – O Tribunal Regional Eleitoral de Minas Gerais (TRE-MG) cassou, nesta terça-feira (2), os mandatos dos deputados federais eleitos na chapa do partido Avante em Minas Gerais em 2018. Um dos parlamentares é André Janones, que pode ficar inelegível. O deputado é o nome do partido para disputar a eleição presidencial. De acordo com o Ministério Público Eleitoral, o Avante lançou, em 2018, várias candidatas mulheres de forma fraudulenta para simular o preenchimento da cota de gênero.

Além de Janones, a decisão afeta mais quatro membros do Avante – os deputados federais Luis Tibé e Greyce Elias, e os deputados estaduais Fábio Avelar e Bosco.

Segundo o portal R7, o advogado do Avante, Wederson Advíncula Siqueira, confirmou a cassação, mas disse que os deputados poderão participar das eleições normalmente. O defensor disse que vai recorrer.


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Recomendamos pra você


Receba Notícias no WhatsApp