Internacional

Trump faz declaração de guerra: “processo foi injusto” e votos por correio são “corruptos”

05/11/2020


Trump faz pronunciamento na Casa Branca — Foto: Reuters/Carlos Barria

247

O presidente dos Estados Unidos e candidato à reeleição pelo Partido Republicano, Donald Trump, durante coletiva de imprensa convocada de última hora na noite desta quinta-feira (5), manteve a opinião de que as eleições norte-americanas estão sendo “fraudadas”.

“Na contagem de votos legais, minha vitória é clara. Na contagem dos votos ilegais, eles podem tentar roubar minha vitória”, afirmou o presidente que busca reeleição. Segundo ele, os republicanos estão procurando analisar os votos atrasados, mas “eles [democratas] não querem permitir auditores”, que “foram mantidos a muitos metros de distância, sem conseguir observar direito”. “Eles não querem ninguém observando a contagem”, reforçou.

Trump ainda disse que faltam “poucos estados a serem decididos”, mas que nestes estados “os aparelhos são controlados por democratas”. “Eles estavam muito atrás e de repente, como um milagre, os números começaram a favorecer os democratas, de forma ilegal”, disse.

“Esse processo foi injusto”, continuou o presidente, que ainda falou que os votos por correio são “corruptos” e que muitos chegaram sem selo e depois do dia da eleição. “De repente, aparecem os votos que [os democratas] precisam”. “É fantástico como todos esses votos que surgem favorecem os democratas”, ironizou. “Eles estão manipulando a eleição”, afirmou.

Trump ainda salientou que irá à Suprema Corte para reverter a situação.


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.