Internacional

Ucrânia rechaça pedido de Macron e diz que não faz sentido negociar até tropas russas recuarem

O presidente francês, Emmanuel Macron, pediu ao país que não ‘humilhasse’ a Rússia em nome da diplomacia

(Reuters) – A Ucrânia rechaçou neste sábado o pedido do presidente francês, Emmanuel Macron, de não “humilhar” a Rússia em nome da diplomacia e disse que não faz sentido negociar até que as forças de Moscou sejam forçadas a recuar o máximo possível.

Macron, que tem mantido diálogos com o líder do Kremlin, Vladimir Putin, desde a invasão russa em 24 de fevereiro, ofereceu mediar a guerra e alertou contra humilhar Moscou, para manter as portas abertas para uma solução diplomática.


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Recomendamos pra você


Receba Notícias no WhatsApp