Brasil

Vice-governadora de Pernambuco diz que PEC dos R$ 38 bilhões é “uma medida imoral e eleitoreira”

A presidente nacional do PCdoB, Luciana Santos, fez nesta quinta-feira (30) críticas a Jair Bolsonaro (PL), que estuda uma maneira de liberar R$ 38,7 bilhões para programas sociais em ano eleitoral. O governo não pode dar benefícios em 2022 por ser ano eleitoral. Como consequência, a administração pretende mudar a Constituição, para decretar estado de emergência.

 

“O pacote de bondades de Bolsonaro só dura até o fim do ano. Depois disso, o que acontecerá com os mais de 33 milhões de brasileiros que não têm o que comer? A PEC é uma medida imoral e eleitoreira. É a #PECdoDesespero. Mas o povo não é bobo”, escreveu ela no Twitter.

 

A proposta do governo prevê aumento nos valores do Auxílio Brasil, de R$ 400 para R$ 600, e do auxílio para o gás, de R$ 60 para R$ 120, no bimestre. O governo também discute um “voucher” no valor de R$ 1.000 para caminhoneiros.


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Recomendamos pra você


Receba Notícias no WhatsApp