Brasil

Vice-presidente do PT, Quaquá desiste de rompimento com Freixo e pede ‘liberação de militância’

Executiva nacional do PT vai debater destino de acordo no Rio, em meio à candidatura ao Senado de Alessandro Molon pelo PSB

 

247 – O vice-presidente nacional do PT Washington Quaquá retirou o recurso pelo rompimento da aliança com Marcelo Freixo (PSB) para o Governo do Rio de Janeiro. Quaquá pede agora à Executiva Nacional a liberação da militância para apoiar outros candidatos no estado, segundo a Folha de S. Paulo.

 

Decisão foi tomada nesta quinta-feira (4), depois que a executiva nacional adiou a decisão sobre o rompimento, para aguardar uma definição no PSB sobre a candidatura do deputado Alessandro Molon (PSB) ao Senado.

 

“No Rio não pode haver interesse individual ou de grupo que se sobreponha ao objetivo principal que é isolar o bolsonarismo nos seus 25 a 30% e ampliar a campanha Lula. As últimas divergências ocorridas em relação ao acordo feito e descumprido pelo PSB não podem prejudicar o principal”, escreveu Quaquá no documento.


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Recomendamos pra você


Receba Notícias no WhatsApp