Brasil

[VÍDEO] Pastora no Rio dispara ataques racistas e homofóbicos: “para de querer ficar postando coisa de gente preta, de gay”

A Polícia Civil do Rio de Janeiro abriu um inquérito para apurar um vídeo em que uma mulher identificada como Kakau Cordeiro critica fiéis que defendem e propagam causas políticas, raciais e LGBTQIA+, durante uma pregação na Igreja Sara Nossa Terra, em Nova Friburgo, na Região Serrana do estado.

Veja aqui.

No discurso, ela pede que os fiéis parem de “levantar bandeiras” e “postem a palavra de Deus”.

 

“É um absurdo pessoas cristãs levantando bandeiras políticas, bandeiras de pessoas pretas, bandeiras de LGBTQIA+, sei lá quantos símbolos tem isso aí. É uma vergonha, desculpa falar, mas chega de mentiras, eu não vou viver mais de mentiras. É uma vergonha. A nossa bandeira é Jeová em si. É Jesus Cristo. Ele é a nossa bandeira. Para de querer ficar postando coisa de gente preta, de gay, para! Posta palavra de Deus que transforma vidas. Vira crente, se transforma, se converta!”, diz a mulher.

PUBLICIDADE

 

O vídeo foi compartilhado pelo deputado estadual Wanderson Nogueira (PDT-RJ) e já teve mais de 23 mil visualizações.

Portal Metrópoles


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Recomendamos pra você


Receba Notícias no WhatsApp