Brasil

VÍDEO: Wellington diz que prioridade dos governos estaduais é estruturar distribuição de vacina e cobra calendário imediato

Por Walter Santos – O presidente do Consórcio Nordeste e articulador do Fórum Brasil, Wellington Dias, começou a primeira semana de 2021 afirmando que a vacinação no país é prioridade, porém, com as condições adicionais existentes após a articulação de todos os governadores nesta direção.

“Vacina já no Brasil deve ser nossa prioridade”, revelou ele para argumentar tal condição:

“Se já temos cerca de 10 milhões de doses no país de vacinas da Coronavac, parceria do Butantã;
– Se a Fiocruz vai receber 2 milhões de um total de 15 milhões de vacinas da Astrazeneca/Oxford;
– E se as 2 tem autorização de Agência Reguladora reconhecida no Brasil, fora a possibilidade com a Pfizer e Sputinik… Qual o sentido da ANVISA não seguir a regra da validação em 72h, como previsto em Lei? Cabe até pedido para mesma decisão do STF através do ministro Levandovisk para ele provocar a Anvisa para um posicionamento, vamos pedir aos nossos procuradores?”, argumentou.

AMPLIAR VACINAS
Segundo ele, foi acatada a proposta que apresentamos pelo Fórum dos Governadores do Brasil para que o Governo Brasileiro/Fiocruz-Ministério da Saúde, ampliasse parceria com a Astrazeneca/SERUM, da Índia, para entrega de vacina pronta e ampliação de entrega de Princípio Ativo para vacina do novo coronavírus pela Fiocruz, ampliando sua produção (capacidade é de 30 milhões de doses/mês e contrato estava em 15 milhões de doses /mês).

Conforme revelou, a previsão de entrega do primeiro lote nesta primeira quinzena.

ASSISTA:


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Recomendamos pra você