Bahia

Viúva de empresário morto em pousada de luxo na Bahia é presa

A viúva do empresário Leandro Troesch, encontrado morto dentro de um dos quartos da Pousada Paraíso Perdido, chegou em Salvador, na tarde desta segunda-feira (9). Shirley da Silva Figueredo foi presa durante a manhã, na cidade de Iaçu, que fica a cerca de 280 km de Salvador. Ela é suspeita de envolvimento na morte do marido.

 

Shirley foi detida por descumprir as medidas de prisão domiciliar. Ela já havia sido condenada a nove anos de detenção por participar de um crime de extorsão mediante sequestro, junto com o marido, em 2001. Ela estava em prisão domiciliar e fugiu após a morte do empresário, ocorrida em fevereiro deste ano.

 

Leandro foi encontrado morto dentro da própria pousada, que fica em Jaguaripe, no baixo sul da Bahia. A polícia acredita que Shirley tem envolvimento na morte do então companheiro, e informou que a prisão dela “vai ajudar a esclarecer as circunstâncias da morte do empresário”.

 

Segundo a Polícia Civil, Shirley foi apresentada na sede do Departamento de Polícia do Interior (Depin) no Centro de Salvador.

 

Em seguida, ela foi levada para o Instituto Médico Legal (IML). Após os exames de corpo de delito, Shirley foi encaminhada para a Delegacia de Repressão a Crimes Contra a Criança e o Adolescente (Dercca), onde está à disposição da Justiça.

com g1


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Recomendamos pra você


Receba Notícias no WhatsApp