Brasil

Walter Santos questiona Negacionismo do genial Lailson ao morrer sem vacina

Com licença, quem explica a condição Negacionista do genial Lailson de Holanda, que recusou a Vacina

A esta altura do campeonato não vamos só lamentar a imensa perda que registramos na cultura de vanguarda do Brasil, a partir do Nordeste, de Recife no particular, para idênticar a “causa mortis”  de Lailson de Holanda senão pelo Negacionismo adotado ao não querer ser vacinado contra a COVID. Ele, repito, se recusou a ser vacinado. Como pode?

Não, não vamos teorizar sobre mais nada que não seja identificar como um personagem genial do porte dele, de vanguarda, história extraordinária, ter resolvido ser negacionista, ou seja,  recusar a ciência em nome do universo de loucos a defender remédios sem eficácia?

Esta é a grande questão de Recife e todos os cenários porque é inaceitável dentro de um prisma sensato que alguém com o perfil de Lailson fosse afetado pela falta de vacina.

De fato, o mundo anda louco e nós precisando cuidar deles antes que seja tarde.

Grande abraço, mestre. VC mereceria melhor.


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Recomendamos pra você


Receba Notícias no WhatsApp