Nordeste

Welligton Dias decreta atividades decorrentes de obras públicas em processos de licitação como essenciais

O governador do Piauí Wellington Dias (PT) alterou o decreto estadual em vigor que passa a incluir atividades decorrentes de obras públicas como essenciais, em virtude do interesse público. As novas medidas foram publicadas em edição extra no Diário Oficial dessa quarta-feira (17).

“Os serviços públicos tais como energia elétrica, saneamento básico, funerários, telecomunicações, radiodifusão, transporte público, bem como as atividades decorrentes de obras públicas, deverão ser executados respeitando as medidas sanitárias expedidas para a contenção da Covid-19. inclusive quanto aos atendimentos emergenciais”, diz o decreto.

Conforme o documento, os órgãos e entidades da administração direta e indireta do Poder Executivo Estadual poderão realizar processos licitatórios presenciais, que tenham como objeto a contratação de obra ou serviço de engenharia.

“As medidas sanitárias de combate à Covid-19 determinadas pela Secretaria de Estado da Saúde deverão ser observadas em todas as fases da licitação e da execução do objeto contratado”, destacou.

Segundo o governo, nenhum órgão ou entidade da Administração Pública estadual poderá licitar, contratar ou executar obra pública sem a observância das medidas sanitárias expedidas pela Secretaria de Saúde.

Desde o dia 23 de março, as atividades comerciais e de prestação de serviços no estado estão suspensas para evitar a disseminação do novo coronavírus. O governo determinou também a suspensão de atividades religiosas por meio presencial em igrejas e templos, além das atividades em parques ou espaços acessíveis ao público, que gerem aglomerações.

No início de junho, o governo lançou o Pacto pela Retomada Organizada (PRO Piauí) para a flexibilização gradual das atividades no estado.


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Recomendamos pra você