Nordeste

Wellington Dias assina acordo para criar sistema de comunicação integrado com a PRF

Revista Nordeste – O governador do Piauí Wellington Dias assinou, nesta quarta-feira (23), um acordo de cooperação técnica com a Superintendência da Polícia Rodoviária Federal no Estado (SPRF-PI) para procedimentos técnicos e operacionais integrados, com o intercâmbio de conhecimentos, informações, dados e tecnologias. O objetivo é incrementar ações atinentes à segurança pública e viária do Estado do Piauí.

O projeto Alerta Brasil, que tem o apoio e o patrocínio do Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP), contará com um cerco digital. A finalidade é aumentar a assertividade das abordagens realizadas pelos policiais; reduzir os índices de criminalidade, principalmente aqueles referentes a roubo e furto de veículos, roubo de carga, contrabando, descaminho, tráfico de entorpecentes, armas de pessoas; desenvolver histórico mais concreto de dados estatísticos para formulação de estratégias institucionais; permitir o levantamento de histórico de passagem de veículos nos pontos fixos de monitoramento, por meio de acompanhamento ininterrupto e a indicação de veículos com características de cometimento de ilícitos.

“A PRF já é uma parceira de muitos anos e tem uma atuação muito importante nas rodovias e no enfrentamento da criminalidade. Com esse acordo, damos um passo a mais: ele permite que tenhamos ferramentas como a integração na base de dados e, com isso, o planejamento de operações. O resultado que queremos é salvar vidas. Também estamos trabalhando de forma conjunta no natal e ano novo para que possamos seguir com os protocolos de prevenção ao coronavírus”, afirmou Wellington Dias.

O acordo tem a duração de 60 meses, podendo ser prorrogado. “A iniciativa vem da necessidade da troca de informações. Sabemos que as organizações criminosas estão atuando cada vez mais tentando ludibriar as ações de combate à criminalidade para conseguir entrar com mais drogas e armas dentro do nosso estado. Então há a necessidade de uma organização entre as instituições governamentais com o objetivo de combater esses crimes e também de prevenir os acidentes nas rodovias federais e nas vias urbanas. Isso também trará economia pois, ao invés de haver reinvestimento, haverá a implementação de investimentos, potencializando os resultados”, disse o superintendente da PRF, Stênio Pires.


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Recomendamos pra você


Receba Notícias no WhatsApp