Brasil

Wizard chega ao Brasil, entrega passaporte para PF e depõe quarta na CPI da Covid

O empresário Carlos Wizard desembarcou no Aeroporto Internacional de Viracopos (SP) e depois foi à PF para entregar o seu passaporte. Ele estava nos EUA e prestará depoimento à CPI da Covid na quarta-feira (30) por suspeita de integrar o chamado “gabinete paralelo”

247 – O empresário Carlos Wizard desembarcou no Aeroporto Internacional de Viracopos, em Campinas (SP), por volta das 9h20 desta segunda-feira (28). Ele prestará depoimento à CPI da Covid na quarta-feira (30). Senadores da Comissão Parlamentar de Inquérito apuram se o empresário integrou o chamado “gabinete paralelo”, que aconselhava Jair Bolsonaro a tomar medidas ineficazes de combate à pandemia.

A Justiça Federal determinou a retenção do passaporte do empresário, que estava nos Estados Unidos desde março. Após o desembarque, ele foi encaminhado à sede da Polícia Federal em Viracopos, segundo o portal G1.

Depois de entregar o documento, Wizard deixou a Polícia Federal e embarcou em um jatinho particular para Brasília (DF).

Inicialmente, ele foi convocado para depor na CPI como testemunha, mas no dia 18 de junho o relator da comissão, senador Renan Calheiros (MDB-AL), transformou o empresário e outras 13 pessoas em investigados, dentre eles atual o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, o ex-chanceler Ernesto Araújo, o ex-ministro Eduardo Pazuello e o ex-chefe da Secom Fabio Wajngarten.

*Brasil247


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Recomendamos pra você


Receba Notícias no WhatsApp