Internacional

Projeto cultural dimensiona o tema migração internacional e abre diálogo pela arte e corpo político

Projetos culturais na Paraíba nos mais diversos segmentos realizam atividades com fomento pela Lei Aldir Blanc. Um deles, o “Corpos Migrantes – Migração Internacional pela Arte, Ciência e Corpo Político”, contemplado pelo Edital Chiquinha Mourão, visa explorar pela estética e pelas ciências, questões pertinentes a Migração Internacional, com contribuição de diversos depoimentos de migrantes, tendo participação especial do bailarino brasileiro Katto Ribeiro, residente há um pouco mais de três décadas na França e convivendo com as novas formas e reações contra migrantes – problema comum em diversas partes do mundo.

Uma das ações marcantes da produção de Corpos Migrantes se consolida na edição de nº 172 da Revista NORDESTE, que já está nas bancas com conteúdo exclusivo e também na versão para leitura digital, e apresenta publicação de entrevista com Katto Ribeiro.

O projeto prevê realização de Lives com estudiosos e profissionais da área de Ciências Sociais, Geografia, História e Comunicação, ainda Exposição de artes visuais relacionada ao tema com premiação de três artistas, e Mostra Áudio Visual Corpos Migrantes. A pensar e exprimir o fenômeno da migração internacional e mobilidade desde os que realizaram forçadamente – como no sistema escravocrata; aos decorrentes de outros processos históricos como da colonização; industrialização; grandes guerras; rebeliões; precarização de vidas; fronteiras agrícolas; clima; e perseguições.

Nos diálogos estão sendo abordados os seguintes eixos temáticos: Migração forçada e formação da América; desigualdades em África, Américas e parte da Ásia; Industrialização – Migração Internacional como combustível ao sistema capitalista; Guerras e processos migratórios; Contextos migratórios entre questões de Petróleo, Religião e Tecnologia; Os emigrantes brasileiros a partir da década de 1980; Declaração de Cartagena – Refugiados na América Latina, Reassentamento no Brasil Diversidade cultural e desafios; Migração Sul –Sul Fronteiras agrícolas e contextos migratórios; Olhar transversal entre Migração Internacional, expansão de Economia Verde e solidariedade; Quem são os migrantes no Brasil; e Ásia/Brasil/África – novas migrações.

Reprodução: Revista NORDESTE

Nordeste Cultura, produtora cultural, bandeira da empresa Nordeste; iniciativa protagônica no estado da Paraíba, e na região Nordeste a pensar fatos concernentes a complexidade da vida moderna e pós – moderna, nos aspectos social, econômico, cultural e político, com publicação de  edição da Revista NORDESTE abordando de maneira histórica, também o processo de migração chinesa e as relações diplomáticas entre a China, o Brasil, e a Região Nordeste. Uma das metas é despertar no encontro a sensibilização, o aprofundamento no assunto, o pensamento crítico e o engajamento de corpos políticos às questões que concernem a categoria migrante e suas subcategorias, como refugiados, e apátridas, a relevar, também, que pelo estrato “migração”, é possível pensar a civilização moderna ocidental, a representação dos migrantes em alavancagens econômicas, e progresso do século XX.

O evento conta com a participação do bailarino Katto Ribeiro, brasileiro, radicado na França há 32 anos, com trabalho expressivo de formação de palco de bailarinos além da França, Tunísia, Martinica e Antilhas, em que ele realizará a apresentação “Na Pele do Outro”, vivências artísticas online) com bailarinos no Brasil.


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Recomendamos pra você


Receba Notícias no WhatsApp