Brasil

Agnaldo Timóteo, um dos maiores nomes da MPB, também foi defensor da inocência de Lula

247 – O cantor Agnaldo Timóteo, considerado um dos nomes mais relevantes da MPB brasileira, que faleceu neste sábado após complicações com a Covid-19, também ressaltava em suas aparições públicas as arbitrariedades cometidas contra  Lula e defendia a sua liberdade.

 

Em vídeo, o cantor denunciou que Lula era vítima de um linchamento e destatcou a importância do ex-presidente.

 

Morreu neste sábado (3) no Rio de Janeiro, em decorrência da Covid-19, o cantor Agnaldo Timóteo. Ele tinha 84 anos e estava internado desde 17 de março na UTI do Hospital Casa São Bernardo, na Zona Oeste do Rio.


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Recomendamos pra você


Receba Notícias no WhatsApp