Internacional

China reage a banimento da Huawei do Reino Unido e diz que vai agir para proteger seus interesses

O governo britânico agiu por pressão dos Estados Unidos, sob alegação de "segurança nacional"

15/07/2020


Brasil 247

A China diz que vai agir para proteger seus interesses após proibição da gigante Huawei no Reino Unido. O governo britânico agiu por pressão dos Estados Unidos, sob alegação de “segurança nacional”, mesmo sabendo que a decisão vai atrasar a instalação da tecnologia 5G no país.

A porta-voz do Ministério das Relações Exteriores da China, Hua Chunying, declarou em uma entrevista coletiva nesta quarta-feira (15) que Pequim se opõe firmemente à decisão do governo britânico de remover todos os equipamentos produzidos pela Huawei de suas redes 5G, portanto que tomará todas as medidas necessárias para salvaguardar seus interesses, informa RT.


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.