Delator acusa ex-governador do Tocantins preso pela PF de possível envolvimento em assassinato

26/09/2019


247 – Presos pela Polícia Federal nesta quinta-feira, 26, sobr acusação de corrupção e desvio de dinheiro, o ex-governador do Tocantins Marcelo Miranda (MDB), seu pai, o ex-secretário de Infraestrutura do estado Brito Miranda e seu irmão, Brito Júnior, são são suspeitos de envolvimento em um homicídio triplo e tortura.

Ex-sócio da família Miranda, Alexandre Fleury Jardim contou à Justiça que teria atuado como uma espécie de laranja nos seus negócios. Trecho de sua delação foi utilizada pelo juiz federal João Paulo Abe, da 4ª Vara Federal de Palmas, que mandou prender os três.

Fleury relata a possível participação de Miranda e de seus familiares no assassinato de três vítimas, além da tortura outras duas pessoas. O fato teria acontecido em 2013, na fazenda Ouro Verde, em São Felix no Xingu, no Pará. Apesar de estar em nome do delator, a Fazenda pertence, segundo o documneto, a Miranda, seu pai e seu irmão.

“Relata que, apenas por ocasião da colaboração premiada ter-se-ia constatado a possível participação de Marcelo Miranda, Brito Miranda e Brito Júnior, no assassinato de Warlyson Gomes de Sousa, Nerivan Nava Fontinelli e Igor Lázaro de Sousa. No mesmo contexto fático, por ordem e determinação dos representados, aduz que foram mantidos em cárcere privado e, ato contínuo, torturados, Francisco Neto Pereira da Silva e Luciano Ferreira Lima, com o fim de obter informações. Os eventos delitivos ocorreram nas imediações e na própria Fazenda Ouro Verde, em São Félix do Xingu/PA”, diz a decisão.

O advogado da família Miranda, Jair Alves Pereira, disse à coluna da jornalista Bela Megale que os fatos não são verdadeiros e que o a Justiça Federal de Palmas não tem competência para investigar o crime. Afirmou ainda que o delator Alexandre Fleury é um desafeto do ex-governador Marcelo Miranda e que cabe a ele provar a veracidade dos fatos que narrou.


Os comentários a seguir são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.